Pular para o conteúdo

Cenpre um Papo terá live sobre saúde pública




Na próxima sexta-feira (5) o projeto Cenpre um Papo irá realizar uma live especial sobre Políticas Públicas de Saúde com participação da Monitoria Acadêmica e do Projeto Disciplinas Transversais em Direitos Humanos. O debate acontecerá no espaço de trabalho Teams a partir das 17h.

A live é uma iniciativa dos estudantes da Monitoria Acadêmica e dos professores e coordenadores do Projeto Transversal em Direito Humanos da Dom Helder e da EMGE. Tem o objetivo de discutir a importância do Sistema Único de Saúde (SUS), além de abordar questões relacionadas à pandemia da Covid-19, o Direito Público e os Direitos Humanos.

Para participar do bate-papo, é importante assistir ao documentário “História da Saúde Pública no Brasil: Um século de luta pelo direito à saúde”. A live é aberta ao público e pode ser acessada por meio do link https://bit.ly/2Xeqlzj.

Confira abaixo vídeo produzido pelos alunos da Monitoria Acadêmica:

A Monitoria Acadêmica da Graduação da Dom Helder está presente na comunidade estudantil desde 2013 e está se destacando como projeto inovador de protagonismo discente. Coordenada pelo Núcleo de Ensino Personalizado (NEP) e o Programa de Continuidade do Ensino Presencial (CENPRE), os estudantes mais bem sucedidos academicamente são selecionados por critérios de notas e participação para acompanhar o processo de aplicação da Pedagogia Inaciana e agregar aos demais estudantes em projetos educacionais.

Já o Projeto Transversal em Direitos Humanos propõe levar debates sobre questões cruciais e contemporâneas sobre o assunto. O seu objetivo é promover a formação e disseminação dos ideais humanistas propostos por Dom Helder e demais ícones dos Direitos Humanos do Brasil e do mundo, bem como motivar o conhecimento técnico sobre a matéria.

QUER CONHECER A DOM HELDER E A EMGE MAIS DE PERTO?

Estamos de portas abertas pra você!

Agende uma visita Tuor Virtual

© 2020 Escola Superior Dom Helder Câmara - Todos os direitos reservados - By: Renato Ferraz