Alunos do curso de Direito Integral da Dom Helder participaram da VII Competição Brasileira de Arbitragem Petrônio Muniz, realizada de 21 a 23 de outubro, em Porto Alegre.

O evento, coordenado pela Câmara de Arbitragem Empresarial (CAMARB), simula um procedimento arbitral baseado em um caso fictício, em que os competidores atuam como advogados das partes em conflito e são avaliados em suas habilidades escritas e orais.

Neste ano, o caso abordado envolveu uma empresa de tecnologia e a manipulação de licitações. O resultado da competição será publicado até o dia 15 de novembro.

Dom Helder

Esta foi a primeira vez que estudantes da Escola inscreveram-se na atividade. A equipe foi formada por Nathan Gomes Pereira, Guilherme Augusto, Guilherme Ribeiro e Pedro Ameno, do 6º período, e Urick Soares, do 4 período. O professor Bruno Fabrício da Costa orientou a preparação dos alunos e acompanhou os trabalhos em Porto Alegre.

“A ideia partiu dos alunos ao realizarem pesquisas sobre competições jurídicas. A dinâmica dessa competição foi apresentada para a coordenação do Direito Integral, que apoiou o projeto e deu todo suporte para a participação no evento”, contou o professor Bruno Fabrício.

Simulação

Todos os integrantes da equipe participaram da edição de 2016 do Tribunal Internacional Estudantil (TRI-e), promovida pela Dom Helder. De acordo com o estudante Nathan Gomes Pereira, esse conhecimento prévio contribuiu bastante para o desempenho dentro dos painéis apresentados.

“A experiência foi muito proveitosa e enriquecedora. Trouxe ao nosso grupo uma nova forma de simulação, que reflete a real prática da arbitragem empresarial. Além disso, foi uma experiência muito boa no sentido de relações e contatos, pois nos possibilitou ampliar nosso leque de relacionamentos profissionais”, afirmou Nathan.