Professores, pró-reitores e mestrandos da Dom Helder Escola de Direito participaram na tarde desta quarta-feira de uma reunião com o responsável pela área de Direito da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Gustavo Ferreira Santos.  

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Capes atua na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados brasileiros. Também avalia e classifica periódicos que calculam o nivel de produção. A Revista Veredas, da Dom Helder, tem a nota máxima - A1.

Proposto pelo coordenador da Pós-Graduação da Dom Helder, José Adércio Leite Sampaio, o encontro teve como foco os critérios e mecanismos de avaliação dos programas de pós do Brasil. Na oportunidade, toda infraestrutura da Instiuição foi apresentada a Gustavo.

“Conhecia a Dom Helder Câmara por meio de documentos e dados que chegam à Capes. Então, essa visita foi fundamental para conhecer a estrutura e o funcionamento da Instituição”, salientou Gustavo. “A impressão é que trata-se de uma infraestrutura boa e que corresponde ao corpo docente e à imagem que a Instituição tem”.

Durante a reunião, Gustavo apresentou o sistema de avaliação de pós-graduação no Brasil, o funcionamento do Qualis e a avaliação de livros.

"Foi um momento importante também para o professor Gustavo conhecer a estrutura da Escola. Conheço algumas instituições muito boas, mas diria que em matéria de infraestrutura a Dom Helder é uma das melhores do país”, disse José Adércio. 

(Texto e fotos: Rômulo Ávila/Dom Total)