A nova metodologia de ensino, que está em processo de implantação pela Dom Helder Escola de Direito, foi o foco das reuniões realizadas na última quarta-feira (30) com os representantes de turma. Os trabalhos foram conduzidos pela professora Anacélia Santos, Pró-Reitora de Ensino, e pela secretária acadêmica Djoá Ferreira. Também participaram os psicólogos Cláudia Madrona e Rogério Vieira, do Núcleo de Ensino Personalizado (NEP), e o professor Franclim Brito, coordenador do Direito Integral, que falou aos alunos sobre as mudanças em andamento.

“Acreditamos muito nesta proposta, que tem como base a pesquisa, a tecnologia e a problematização do conhecimento. O protagonismo discente, sempre estimulado pela Escola, ganha ainda mais destaque, uma vez que os estudantes serão responsáveis por 75% do tempo de aula, enquanto os professores ficam com os outros 25%. Sabemos que é uma mudança cultural, pode ser difícil essa adaptação, mas peço o voto de confiança de vocês. A Dom Helder está sempre em busca das melhores soluções para o corpo discente”, ressaltou Franclim.

O professor falou também sobre as iniciativas da Escola que marcam esta fase, como a implantação da primeira Sala Modelo, localizada no segundo andar do Prédio 1, e as mudanças no Núcleo de Ensino Personalizado (NEP), articulador da nova metodologia. “O NEP é o coração da Dom Helder e está agora no segundo andar, juntamente com a Sala Modelo e Centro de Startups”, apontou Franclim.

Outras novidades compartilhadas pelo professor foram a sala de aula interativa, que está em implantação no hall da Escola, a compra de scanners, impressoras e óculos 3D, a disponibilização de notebooks para empréstimo aos alunos e a nova proposta para a Biblioteca. “A ideia é que os livros fiquem distribuídos por toda a Escola, e não concentrados em um único andar. Acreditamos neste sentimento de co-responsabilidade que compartilhamos com o corpo discente”, destacou.

Ao final de sua apresentação, o professor lembrou que a nova metodologia será lançada oficialmente durante o Congresso do Conhecimento e implementada de maneira gradual, com avaliações durante todo o processo. “Estamos sempre abertos a conversar, negociar, adaptar, melhorar. Nos procurem a qualquer momento e participem do Congresso. Ele foi pensado para vocês, as inscrições estão abertas e ainda restam algumas vagas. Vocês têm prioridade”, completou Franclim.

Portaria e eleição

As reuniões prosseguiram com os informes gerais da Pró-Reitoria de Ensino, como a nova portaria com instruções para as provas, que será publicada na próxima semana. No encontro do turno da manhã, foi realizada uma disputada eleição para representante discente no Colegiado da Graduação. Pela primeira vez, duas alunas foram eleitas: Carolina Pereira, do 2º período, e Marina Batista, do 6º período. 

“Nunca tivemos uma eleição tão disputada, que fosse para o terceiro turno e ainda sim acabasse em empate. Realizamos a votação no turno da manhã desta vez, pois na última elegemos um estudante do turno da noite”, explicou Anacélia Santos.

Os representantes discutiram ainda a Portaria 01/2017, a qual dispõe sobre os procedimentos das avaliações de aprendizagem.

Atividades do NEP

A psicóloga Cláudia apresentou aos alunos o cronograma de atividades do Núclo de Ensino Personalizado (NEP), que oferece várias possibilidades de atividades contribuirão para o êxitos nos estudos. 

Secretaria

A secretaria acadêmica da Instituição, Djoá Braulina, conversou com os alunos sobre a solicitação de documentos on-line, mais um serviço disponível no portal educacional. Ela frisou também que os estudantes que fizerem as solicitações devem buscar os documentos na secretaria.

Confira as fotos: 

Fotos: Patrícia Azevedo / DomTotal
Patrícia Almada / DomTotal