Os alunos do 3º período o Direito Integral realizam, no dia 15 de maio, o I Seminário Discente ‘Direito e Subjetividade’. A organização é do professor Rogério Monteiro, que ministra a disciplina Direito e Subjetividade para as turmas.

“O seminário expressa nossa preocupação com o avesso do Direito. Não como seu contrário, mas como o outro lado da moeda de um discurso jurídico racional. Alunas e alunos apresentarão temas e autores que lançam olhares sobre nossos sonhos, nossas sombras e nossas vidas, para além e aquém do Direito”, conta Rogério.

Segundo o professor, o estudo do Direito precisa abraçar elementos da vida que não se reduzem à norma, como afetos, tensões, sofrimento e bem-estar emocional. “Eles estão presentes na vida de todas as pessoas. Com o  distanciamento desses aspectos, corre-se o risco de se criar profissionais insensíveis a realidades que são determinantes nas identidades individuais e coletivas”, completa.

Para o professor, há uma satisfação especial nesse momento para a comunidade acadêmica, pois as palestras serão ministradas por estudantes do 3º período do curso Direito Integral. A abertura do evento será realizada, virtualmente, pelo filósofo e ex-ministro da Educação professor Renato Janine Ribeiro, que vem, há algum tempo, discutido os costumes (comportamento) no Brasil e fora do país.

Alunas e alunos apresentarão os respectivos temas e obras acadêmicas e literárias:

Amor líquido (Zygmunt Bauman)
A família em desordem (Elisabeth Roudinesco)
Gênero, uma perspectiva global ( Rebeca Pearse)
Holocausto Brasileiro (Daniela Arbex)
O amor e a sexualidade na Bíblia (Pierre Debergé)
O curso do amor (Alain de Botton)
O filho eterno (Cristóvão Tezza)
O nascimento da clínica (Michel Foucault)