Único no Brasil, doutorado em Direito Ambiental da Dom Helder é aprovado e terá 1ª turma em março

Por Rômulo Ávila

Repórter Dom Total

Aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o doutorado em Direito, com área de concentração em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Dom Helder Câmara, deve formar a primeira turma em março de 2019.  A informação é do coordenador de Pós-Graduação da Instituição, professor doutor José Adércio Leite Sampaio. O processo seletivo está previsto para fevereiro, e serão oferecidas, inicialmente, entre 25 e 30 vagas.

“O doutorado fecha um ciclo importante dentro do estudo acadêmico e também de extensão da Escola Superior Dom Helder Câmara. Agora nós temos o ciclo da graduação; ciclo da pós-graduação lato sensu; do mestrado; e do doutorado, o que já nos possibilita a oferta de pós-doutoramento. Do ponto de vista do perfil institucional, a escola, com o doutorado, se coloca no patamar das instituições de ensino que podem ofertar todos os ciclos acadêmicos disponibilizados no Brasil e fora do país”, pontua José Adércio, que também é procurador da República do Ministério Publico Federal.

Adércio explica que o projeto de doutorado é inovador e tem como proposta um debate atual sobre a questão ambiental, tanto do vista interno quanto internacional. Segundo ele, vai além de questões como o direito penal ambiental, a proteção das florestas, a gestão dos recursos hídricos e dos resíduos sólidos. “Inclui na sua temática, nas suas disciplinas, questões como compliance; perspectivas das mudanças climáticas e geopolítica; a globalização e os desafios e riscos para o meio ambiente. Quer dizer, traz novidades no currículo e creio que essas novidades foram o diferencial para que o projeto fosse aprovado pela CAPES”, destaca.

Além de contar com a infraestrutura de ponta da Escola Superior Dom Helder Câmara, tanto em termos de acesso ao amplo acervo bibliográfico quanto às diversas plataformas de tecnologia de informação, Adércio frisa que o doutorado terá parceria com a ampla rede de instituições internacionais com as quais a Dom Helder mantém convênio.

“Portanto, possibilitando ao doutorando realizar, senão uma boa parte do seu curso no exterior, pelo menos participar de diversas atividades com essas instituições e professores renomados no plano interno e internacional”, disse professor, que ressalta:

“Com o curso de doutorado e todos esses ciclos acadêmicos, nós podemos dizer que a Escola Superior Dom Helder Câmara será, como já tem sido, um centro de excelência do pensamento e da cultura do direito ambiental”

http://domtotal.com/noticia/1316050/2018/12/unico-no-brasil-doutorado-em-direito-ambiental-da-dom-helder-e-aprovado-e-tera-1-turma-em-marco/

Dia Internacional Contra a Corrupção

A Controladoria Regional da União no Estado de Minas Gerais e a Escola de Administração Fazendária têm o prazer de convidar servidores públicos, professores, estudantes e sociedade civil para celebração do Dia Internacional Contra a Corrupção.

Será no dia 06 de dezembro de 2018, das 08h30 às 17h30 na sede da CGU, Rua dos Timbiras, 1778 – Lourdes, BH.

Venha fazer parte desse importante debate. Faça sua inscrição: https://sisfie.esaf.fazenda.gov.br/SISFIE_INSCRICAO/LOGIN.JSF

Convite – DICC 2018

Resultado e convocação para a próxima fase do processo seletivo UPENN

 

O Centro de Simulação e Intercâmbio vem, por meio deste divulgar o resultado das provas objetivas aos participantes do Processo Seletivo para o Programa “English Language and US Legal System Program – UPENN”.

Além disso, os classificados ficam, por meio deste, convocados para a próxima fase do processo seletivo, que consiste em reunião a ser realizada no dia 29 de novembro (quinta-feira), na sala 53 do prédio 2, às 11:30.

Essas informações podem ser conferidas no documento abaixo:

Dom Helder e EMGE premiam vencedores do desafio APPS DomLab 2018

Num evento repleto de emoção e insights de empreendedorismo, a Dom Helder Escola de Direito e a Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) premiaram quatro equipes vencedoras do desafio DomLabs 2018. O anúncio aconteceu após durante o Demo Day,  realizado neste sábado em Belo Horizonte. Cada grupo recebe  premiação de R$ 10 mil, além de viagem para participar de uma feira de tecnologia em São Paulo.

Organizado pelo projeto StartupDom, programa de aceleração de startups da Dom Helder e EMGE, as equipes finalistas foram avaliadas por um corpo de jurados, além do crivo da votação popular do público presente. Foram escolhidos os melhores projetos para desenvolver aplicativos eletrônicos para quatro iniciativas: o Projeto Egressos Dom Helder Câmara, o Movimento Ecos, o Centro de Simulação e Intercâmbio (CSI) e o Projeto Exercícios Acadêmicos.

 

Confira o texto completo e veja mais fotos aqui.

Alunos participam de simulação do Conselho Europeu

A Delegação da União Europeia do Brasil promoveu, pela primeira vez, uma Simulação do Conselho Europeu com o apoio do Programa de Mestrado e Doutorado em Direito do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB). O evento foi realizado de 7 a 9 de novembro, em Brasília, e discutiu o tema ‘Migração’.

A Dom Helder foi representada pelos alunos Bernardo Leal, da graduação, e Naiara Carolina Fernandes de Mendonça, do mestrado. Eles representaram o país da Bulgária e foram proativos nas negociações políticas em favor da recepção de pessoas em países desenvolvidos.

Simulação

A solenidade de abertura teve a presença da ministra Claudia Gintersdorfer, encarregada de negócios da União Europeia no Brasil; do embaixador Paulo Roberto de Almeida, do Ministério das Relações Exteriores; do reitor do UniCEUB, Getúlio Américo Lopes, e do coordenador do Programa de Mestrado e Doutorado do UniCEUB, Marcelo Dias Varella.

Durante a competição, 60 estudantes de graduação e pós-graduação de 17 universidades brasileiras ilustraram as posições dos 28 países da União Europeia, do Conselho Europeu e da Comissão Europeia para tentar chegar a um acordo sobre migração. “A simulação é uma das maneiras mais eficazes de ilustrarmos como funcionam as instituições da União Europeia, além de criar uma rede de ‘embaixadores da EU’ entre estudantes e professores brasileiros”, afirma Antonella Cerasino, chefe do projeto de diplomacia publica da União Europeia na América Latina.

Os estudantes trabalharam com base em uma metodologia e caso preparado por Alexandru Balas, professor assistente de estudos internacionais na SUNY Cortland. Ele também coordena o Programa de Estudos Internacionais e diretor do Clark Center for Global Engagement, da SUNY Cortland nos Estados Unidos. Balas esteve presente na simulação em Brasília e acompanhou os participantes.

Alunos do 1º período convidam para simulações do Tribunal de Júri

Neste mês, as turmas de 1º período da Dom Helder realizarão uma nova rodada de simulações do Tribunal de Júri. Os eventos são gratuitos e abertos a toda comunidade acadêmica. A presença como espectador em cada dia de simulação contará como 4 horas de atividades complementares. Não é necessário realizar inscrição.

Os alunos podem ainda atuar como JURADOS. Neste caso, devem se inscrever pelo Portal Acadêmico e receberão um certificado digitalizado pela participação na simulação, além de 6 horas de atividades complementares. Qualquer aluno da Dom Helder pode participar, exceto aqueles matriculados nas turmas de 1º período que farão a simulação no dia.

Veja abaixo o cronograma das simulações:

Dia 21/11 – Quarta-feira
Horário: 19h30 às 22h
50 vagas para jurados

Dia 23/11 – Sexta-feira
Horário: 8h às 11h
50 vagas para jurados

Português

As simulações do Tribunal de Júri fazem parte das atividades desenvolvidas na disciplina de Português, 1º período, sob a orientação das professoras Maria Carolina Reis e Maria Aparecida Cota e apoio do Centro de Simulação e Intercâmbio (CSI).