O TRI-e (Tribunal Internacional Estudantil) é um projeto de simulação jurídica, inspirado no Tribunal Internacional de Justiça. Tem como Patrono o Ministro Antônio Augusto Cançado Trindade e é coordenado por alunos e professores da Escola Superior Dom Helder Câmara.

Os modelos de comitês simulados, que já são famosos entre jovens de todo Brasil e do mundo, também farão parte do mundo jurídico, com o objetivo inovador de se buscar desenvolver a práxis jurídica imersa no cenário internacional.

Durante o período de funcionamento do TRI-e, os estudantes terão a oportunidade de presenciar e participar de uma Sessão Plenária nos moldes da Corte de Haia e viverão de forma intensa a agenda de um representante jurídico em um âmbito internacional. Deverão defender os interesses de suas representações, deparando-se com questões pertinentes à diplomacia e às relações internacionais entre Estados soberanos, de uma forma diferente e inovadora, que certamente atrairá vocacionados ao exercício da Justiça.