Pular para o conteúdo

ECOS: Equipes vencedoras participam de confraternização




As equipes vencedoras do Projeto Socioambiental 2016 participaram, na quarta-feira (14), de confraternização no Campus II da Dom Helder Escola de Direito. Os estudantes foram recepcionados pela coordenação do Movimento Ecos, juntamente com seus professores e diretores. A festa também contou com a presença de alunos do curso de Direito da Dom Helder, que são monitores nas escolas parceiras.

“O evento foi uma confraternização para os jovens e professores que, durante o ano, se destacaram com os projetos desenvolvidos. A recepção foi muito confortável, completa e animada”, afirmou o professor Francisco Haas, pró-reitor de extensão da Dom Helder, que coordenou o evento juntamente com o professor Luiz Chaves.

De acordo com o pró-reitor, os jovens estudantes e os professores das diferentes comunidades tiveram a oportunidade de estabelecer interações diversas, além de aproveitar o almoço e o autêntico churrasco gaúcho preparado pelo professor Luiz Chaves. “Ele é o nosso tradicional gourmet dessa culinária, sempre presente nesses eventos”, completou Francisco.

Equipes

Participaram da confraternização as equipes da Escola Municipal Professora Luiza Maria de Souza, de Ribeirão das Neves, da Escola Estadual Olegário Maciel e da Escola Zilda Arns Newman, ambas de Belo Horizonte. Elas venceram, respectivamente, as categorias ‘Resíduos Sólidos’, ‘Educação’ e ‘Energia’ do Projeto Socioambiental 2016.

Espaço Cultural

A confraternização foi também uma oportunidade para conhecer um espaço tão próximo a Belo Horizonte, que guarda elementos histórico-culturais preservados pela Dom Helder Escola de Direito, apoiadora do Movimento. O Campus II está localizado em Casa Branca, distrito de Brumadinho. “O espaço possui uma belíssima capela do estilo Barroco, com suas imagens e altar-mor, retratando a religiosidade e a história de um passado, marcado por estilos. A organização arquitetônica e o arranjo espacial dos elementos encantaram todos nossos jovens e professores, levando muitos às várias reflexões e interpretações”, contou o professor Francisco.

O encanto da natureza

Outro destaque do evento foi a forte presença da natureza, com áreas verdes de cerrado e campos de altitudes, que contêm grande diversidade de espécies nativas e espécies cultivadas, cursos d’água e vales rodeados por montanhas. “Esse mosaico natural torna o Campus II um espaço privilegiado. Todos esses elementos foram responsáveis pela alegria, descontração e sorrisos dos participantes no decorrer de todo o evento, que para muitos não deveria ter fim”, compartilhou Francisco Haas.

Gratidão

“A festa não foi somente uma recepção ou um encontro, foi um presente de Natal para todos nós professores e estudantes, por estarmos tão bem resguardados, tantos pelos anfitriões e por essa natureza magnífica”, professora Ana Cristina, Escola Luiza Maria.

“Em nome da equipe, agradeço a todos os coordenadores do Movimento Ecos pelas propostas de trabalho e pelos momentos tão agradáveis que da confraternização”, orientador da equipe da Escola Estadual Zilda Arns.

“O mais bacana nesta confraternização é que estamos todos muito à vontade, os donos da casa são os homens da cozinha também… Os professores Francisco Haas e Luiz são fenômenos e a comida é nota 10, sem colocar nenhum defeito!”, professor Diógenes, Escola Estadual General Carneiro.

“A festa foi um sucesso, um presente a todos àqueles que lutaram por suas conquistas no Movimento Ecos 2016. Os participantes se sentiram valorizados, não semente pela premiação, mas pelo fato de ‘fazer parte’. É uma das valiosas essências que o Movimento Ecos possui. Nesses tempos de crises e baixo-estima, o Ecos levou a essas pessoas um dia de paz, alegria e autoestima”, professor Elmo Júlio, orientador do Movimento Ecos.

QUER CONHECER A DOM HELDER E A EMGE MAIS DE PERTO?

Estamos de portas abertas pra você!

Agende uma visita Tour Virtual

© 2022 Escola Superior Dom Helder Câmara - Todos os direitos reservados - By: Renato Ferraz