Pular para o conteúdo

Dom Helder realiza seminário sobre Justiça Ambiental




A Dom Helder, em parceria com a Faculdade Jesuíta (FAJE) e o Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA), realizará o seminário “Direitos Humanos e Justiça Ambiental: Múltiplos Olhares”, nos dias 9, 10 e 11 de junho, como resultado de discussões propostas por um grupo de trabalho formado por pesquisadores das instituições. 

Além dos professores Émilien Reis e Marcelo Rocha, que integram o grupo de trabalho, o evento contará com a participação de outros docentes da Dom Helder como palestrantes: Carlos Henrique Soares, Maria Carolina Reis e Sébastien Kiwonghi BIzawu. 

Os estudantes interessados podem apresentar comunicações, desde que inscritas no Sympla até o dia 28 de maio. As comunicações apresentadas serão publicadas, em formato de texto, nos anais do evento. Os resumos das comunicações devem ser enviados também até o dia 28 de maio, para o e-mail pesquisadomhelder@gmail.com. A organização disponibilizará a lista de comunicações aprovadas no dia 31 de maio, no site da FAJE.

O evento será transmitido pela Plataforma Teams. Os links para participação serão enviados até 3 horas antes das atividades, por e-mail.

Sobre o seminário

A questão ecológica tornou-se nos últimos anos “urgência ecológica”, não só em nosso país, mas em todo o planeta. Não basta o despertar à consciência de que o atual modelo econômico hegemônico está exaurindo todos os recursos do planeta, colocando em risco o futuro de nossa “casa comum”. 

Há décadas muitas organizações sociais e políticas vêm denunciando esse modelo, além de promover ações que impactem o cotidiano, como a reciclagem de resíduos poluentes, as iniciativas da agricultura orgânica, os esforços de mudança nos hábitos de consumo, as ações de proteção de biomas e populações ameaçados pela exploração indiscriminada do agronegócio e da mineração. A essas iniciativas se acrescentam também todos os esforços do mundo da ciência, que aprofundaram, em várias áreas do saber, o significado da atual crise ecológica, além de fazer avançar propostas de solução para os diferentes problemas.

O evento traz o resultado das discussões propostas e realizadas pelo grupo de trabalho “Direitos Humanos e Justiça Ambiental”, que surgiu em 2018, na FAJE, a partir da união dos seguintes grupos de pesquisa: “Fé cristã e contemporaneidade” (Teologia/FAJE, Profs. Afonso Murad, Eugenio Rivas e Sinivaldo Tavares), “Desafios de uma ética contemporânea” (Filosofia/FAJE, Profs. Elton Ribeiro e Cláudia Oliveira), “Por uma Justiça Ambiental” (Direito/Dom Helder, Profs. Émilien Reis e Marcelo Rocha) e “Modernidade, religião e ecologia” (Filosofia/ISTA, Prof. José Carlos Aguiar de Souza).

Programação

9 de junho:

14h: Abertura/Apresentação

14h10: “Fundamentos filosóficos da justiça socioambiental”, Elton Vitoriano Ribeiro, SJ

14h30: “A natureza não existe e a síndrome de Troia: sobre o direito socioambiental numa perspectiva (eco)filosófica”, José Carlos Aguiar de Souza

14h50: “Considerações sobre violações de direitos humanos e (in)justiça ambiental no Brasil”, Marcelo Antônio Rocha

15h10: Debate

 

16h: Abertura/Apresentação

16h10: “Dignidade dos pobres, dignidade da Terra: raízes bíblico-teológicas”, Sinivaldo Silva Tavares

16h30: “Direitos universais e diversidade humana”, Cláudia Maria Rocha de Oliveira

16h50: “Direitos da Terra na perspectiva da Laudato Si”, Eugenio Rivas, SJ

17h10: Debate

 

10 de junho:

14h: Abertura/Apresentação

14h10: “Alimentação, ecologia e espiritualidade”, Afonso Murad

14h30: “Direitos humanos, justiça social e inclusão das pessoas com deficiência: pensando o meio ambiente para todos”, Maria Carolina Ferreira Reis

14h50: “A edição genética CRISPR-CAS9 e a manipulação em humanos”, Émilien Vilas Boas Reis

15h10: Debate

 

16h: Abertura/Apresentação

16h10: “Dano ambiental, reparação integral e (in)efetividade dos sistemas de justiça”, Carlos Henrique Soares

16h30: “O derretimento do Oceano Ártico e os impactos nas populações tradicionais: possibilidades para uma tutela internacional”, Sébastien Kiwonghi Bizawu

16h50: “Exploração animal e ecologia: três olhares”, Marco Túlio Brandão Sampaio Procópio

17h10: Debate

 

11 de junho:

14h: Comunicações, Mesa 1

15h: Comunicações, Mesa 2

16h: Comunicações, Mesa 3

17h: Comunicações, Mesa 4

QUER CONHECER A DOM HELDER E A EMGE MAIS DE PERTO?

Estamos de portas abertas pra você!

Agende uma visita Tuor Virtual

© 2021 Escola Superior Dom Helder Câmara - Todos os direitos reservados - By: Renato Ferraz