Benefício: Dom Helder e EMGE oferecem aula de yoga

A Dom Helder e EMGE, pensando em seu bem-estar, oferecerão aulas de yoga gratuitas para colaboradores(as) e estudantes. As aulas serão ministradas às terças e quintas-feiras, das 12h às 13h, pela professora Yulia Misko. Os interessados deverão se inscrever na recepção da Escola, informando nome e número de matrícula. Para assegurar a sua vaga para o próximo mês, é necessário ter frequência mínima de 60%. As aulas terão início na próxima terça-feira (21), na sala 112 (Cobertura). Serão disponibilizadas 24 vagas, por ordem de inscrição.

Participe!

Debate sobre mineração abrirá ciclo na Dom Helder

Na próxima terça-feira (21), das 16h às 19h, a Dom Helder promoverá o primeiro debate do ciclo “Sustentabilidade e Desenvolvimento”. O evento é aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia, e apresentará um panorama do setor minerário em Minas Gerais.

Os convidados também discutirão a forma como o princípio do desenvolvimento sustentável vem sendo efetivado no estado, por meio da perspectiva dos diversos atores envolvidos no processo da criação e aplicação do Direito Ambiental.

Participe!

O evento será também transmitido pelo canal da Dom Helder no YouTube.

Inscrições abertas para o Coral Dom Helder e EMGE

Começam nesta segunda-feira (6) as inscrições para o processo seletivo de cantores para o Coral Dom Helder e EMGE. Os interessados devem preencher, até sexta-feira (10), o formulário: bit.ly/Coral_Dom_Helder

O Coral será dirigido pelo Maestro Tatá Sympa, com ensaios presenciais, às segundas-feiras, das 17h às 18h30. O repertório musical contempla a música popular brasileira, grandes sucessos brasileiros e internacionais, e músicas eruditas.

O professor Ricardo Luiz de Freitas (EMGE) é referência para organização administrativa do coral, que contará com apoio do Núcleo de Ensino Personalizado (NEP) e do Núcleo de Inovação e Conhecimento (NIC) da Dom Helder e EMGE.

CONFIRA O EDITAL

Acadêmico Nota 100: Estudante em Cena

A Dom Helder, por meio do Núcleo de Ensino Personalizado (NEP), promoverá uma nova edição do projeto Acadêmico Nota 100, o Estudante em Cena, neste sábado (11). A atividade coloca em cena os melhores estudantes da Escola para que eles revelem os seus processos de aprendizagem e a busca contínua por conhecimento. Como o bom estudante aprende? Quais são as técnicas e recursos que ele utiliza? Quais são os seus objetivos e metas? Como lidam com a gestão do tempo para os desafios acadêmicos? Os debates serão coordenados pelos professores Adair Rocha e Cláudia Madrona. Você é o nosso convidado especial para o Estudante em Cena. Participe!

Confira a lista de aprovados para o Observatório O DOM

O projeto O DOM, instituído pela Coordenação do Direito Integral, visa formar grupo de análise, pesquisa e debates acerca das atividades do Poder Legislativo e da Administração Pública no âmbito local, regional e nacional. Permitindo assim, estudo contínuo sobre atividade parlamentar, aplicação e gerenciamento de recursos públicos. Os alunos poderão acompanhar a proposição de projetos de lei, votação, pertinência social, ambiental e econômica, assim como identificar quais matérias são mais afetas à atividade parlamentar.

LISTA DE APROVADOS

Comunicado Dom Helder e EMGE: uso de máscara

Prezados(as) Integrantes da Comunidade Acadêmica,

Nesta sexta-feira (3), a Prefeitura de Belo Horizonte publicou, no Diário Oficial, uma série de recomendações para conter a propagação do coronavírus na cidade, que incluem distanciamento em filas e locais de espera, disponibilização de álcool 70% e uso de máscara.

Apesar de não obrigatórias, as medidas podem contribuir com a nossa saúde e a saúde do próximo. Vamos continuar nos cuidando!

Colaboradora Ana Proença fará show nesta sexta-feira

Com mais de 15 anos de carreira, a cantora mineira é funcionária da Dom Helder e EMGE

A sexta-feira (3) será de samba em Belo Horizonte. A cantora e compositora mineira Ana Proença apresentará o show “Samba, minha inspiração” no Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas, a partir das 20h30. No repertório, nomes como Cartola, Candeia, Nelson Cavaquinho, Dona Ivone, Clara Nunes, Moacyr Luz, Paulinho da Viola, Elza Soares, Dona Eliza, entre outras referências do gênero.

O evento marcará também a estreia do single “Senzala”, uma das faixas do primeiro EP de Ana Proença, “Eu sou assim”, que será lançado em outubro deste ano. A música é assinada pelos compositores mineiros Ítalo Batista, Juninho de Sousa, Bruno Cupertino e Betinho Moreno. Betinho é responsável também pela direção musical e arranjos do single. “O trabalho é todo de compositores mineiros. Estou muito feliz com o resultado e com essa parceria”, conta Ana Proença.

Com mais de 15 anos de carreira, a cantora mineira é funcionária da Dom Helder e EMGE, e fez seu primeiro show solo em 2014, no auditório das instituições, em homenagem a Dorival Caymmi.

Desde então, Ana Proença se dedica ao estudo do canto popular, e tem trajetória em trabalhos coletivos e solo, com objetivo de consolidar e ampliar sua formação como intérprete e compositora. Participou de projetos que fortalecem a presença de mulheres no samba, e de valorização do samba autoral. Atualmente, integra o Coletivo Donas de Si e o Samba da Feirinha, roda que acontece na região oeste de BH há mais de 10 anos, na qual é uma das organizadoras e também a única mulher integrante.

Ana Proença é colaboradora da Dom Helder. Foto: Jorge Pereira

Resistência

Além do lançamento no show, o single “Senzala” estará disponível nesta sexta-feira (3) em todas as plataformas digitais. Ele chama atenção para a ressignificação do dia 13 de maio e da abolição da escravatura: “negro na senzala nunca mais há de se ver”. Com a participação do rapper mineiro Preto Loko, o samba e o rap se unem numa mensagem de resistência. Pedro Loko fará participação no show desta sexta-feira (3), assim como os cantores mineiros Vivi Amaral e Cliver Honorato.

Samba, minha inspiração, com Ana Proença

Data: 3 de junho de 2022, sexta-feira

Local: Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas

Horário: 20h30

Classificação: 12 anos

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
https://www.eventim.com.br/artist/ana-proenca/

Participe de pesquisa sobre os aspectos didáticos-pedagógicos

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Dom Helder convida todos os discentes para participarem da “Pesquisa dos aspectos Didáticos-Pedagógicos”, disponível no Portal Educacional. O objetivo é analisar as metodologias usadas em sala de aula de acordo com a Pedagogia Inaciana para aumentar a eficiência institucional.

O prazo vai até o dia 2 de junho.

Confira a lista de aprovados para o CEJUR

A coordenação do Direito Integral divulga a lista de aprovados para o CEJUR:

CONFIRA AQUI

Instituído pela Coordenação do Direito Integral, o Centro de Estudos Jurisprudenciais (CEJUR) visa à formação de grupos de estudo, pesquisa e debates acerca das decisões judiciais dos principais Tribunais do país. Estes grupos, compostos por discentes da graduação sob a liderança de um professor orientador, se destinam à realização de análises quantitativas e qualitativas das decisões de Tribunais selecionados, acerca de um tema jurídico específico e publicação dos resultados levantados, analisados e obtidos.

A identificação dessas questões torna-se imperiosa para que seja possível traçar os principais aspectos e direções das interpretações dos Tribunais Superiores. As metodologias quantitativa e qualitativa são importantes para que o Direito possa transformar a compreensão e direção dos fenômenos jurídicos. Os dados coletados serão de extrema relevância para reconhecer e diagnosticar os problemas envolvidos na produção do saber jurídico que deve permitir a constante reflexão crítica sobre o conhecimento produzido.

O CEJUR fomenta e estipula o hábito da pesquisa no cotidiano do estudante ampliando a investigação científica em um conjunto de atividades previamente elaboradas. O docente realizará a organização do grupo participante, orientando e direcionando o aluno no uso e manejo das técnicas apropriadas para pesquisa, tendo como finalidade a descoberta de novos conhecimentos no domínio acadêmico.